GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

26/12/2018 às 07h57m - Atualizado em 26/12/2018 às 09h01m

Mãe morre ao tentar defender filho durante confraternização em Olinda

Segundo a polícia, o filho da vítima teria discutido com o suspeito, que foi em casa e pegou uma arma. Com o agravamento das agressões, a mãe se jogou na frente do filho para salvá-lo

morreu_no_lugar_do_filho

Com informações do JC Online

Uma confusão durante uma festa acabou em morte no início da manhã desta terça-feira (25) em Rio Doce, Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Segundo informações da Polícia Civil, a faxineira Maria Duarte Bezerra, 49 anos, foi alvejada a tiros após se jogar na frente de um dos filhos, que teria discutido com três suspeitos após uma confraternização.

O caso, que ocorreu na Rua Sessenta e Nove por volta das 7h, foi registrado durante uma festa que acontecia em um dos blocos dos prédios localizados na quadra treze, na quarta etapa de Rio Doce. Saiba mais na reportagem de Rafael Carneiro:

Discussão
A vítima estaria bebendo na companhia dos dois filhos adolescentes, um de 14 e outro de 18 anos, e de um amigo deles, de 16 anos, além de outros três homens. Durante a confraternização, um desentendimento entre os três homens e os filhos da mulher começou.

Com o agravamento da situação, um dos homens foi até em casa e pegou uma arma calibre 12, voltando em seguida para o local. Ao chegar, o mesmo homem teria sacado a arma e alvejado diversos disparos. Nesse momento, a mãe se jogou na frente de um dos filhos, que seria o alvo, e recebeu um disparo na cabeça.

Após a ação criminosa, o suspeito e os outros dois homens fugiram. A vítima morreu no local.

Diligências
A Polícia Militar foi chamada até o local e informada pelos filhos da vítima onde os três homens moravam, incluindo o autor dos disparos. Ao chegar nas residência dos suspeitos, a polícia encontrou duas mulheres, que seriam esposas de dois deles, nos locais.

Ao serem questionadas do paradeiro dos maridos, as mesmas tentaram enganar a polícia. Ambas foram detidas e levadas, junto com os filhos da vítima para o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), no Cordeiro, na Zona Oeste do Recife.

Motivação
Ainda não se sabe a real motivação para o crime. Os filhos da vítima prestarão esclarecimentos a polícia sobre o que realmente aconteceu. Os suspeitos ainda não foram localizados. O Instituto de Criminalística (IC) esteve no local do crime para realização da perícia. As investigações estarão a cargo do DHPP.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias