GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

19/01/2021 às 06h40m - Atualizado em 19/01/2021 às 07h08m

Técnica de enfermagem é a primeira pessoa a ser vacinada contra covid-19 em Pernambuco

Perpétua do Socorro Barbosa dos Santos, 52 anos, trabalha na linha de frente de combate à doença, no Hospital Universitário Oswaldo Cruz em Recife.

coronavirus-vacinacao_pernambuco

O Estado de Pernambuco deu a largada na noite desta segunda-feira (18) para vacinação contra a Covid-19. A primeira pernambucana a ser imunizada foi a técnica em enfermagem Perpétua do Socorro Barbosa dos Santos, de 52 anos.

Perpétua se disse emocionada com o momento. "Estou um pouco emocionada, porque é um momento histórico para mim e para todos. Quero dizer e agradecer a Deus por estar nessa oportunidade. Estamos vitoriosos diante dessa situação", afirmou.

A vacina foi aplicada pouco antes das 22h em cerimônia com presença do governador Paulo Câmara e do secretário estadual de Saúde, André Longo, no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC), hospital de referência no combate ao coronavírus no Estado e local onde Perpétua trabalha na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
 
A cerimônia aconteceu cerca de duas horas e meia depois de as primeiras doses da CoronaVac chegar a Pernambuco.

"Este é um dia histórico para Pernambuco com a chegada para a imunização contra a Covid-19. Deverá ser um divisor de água para o combate ao coronavírus em nosso Estado. É um marco histórico termos uma vacina em menos de um ano de enfrentamento de uma pandemia. Isso reforça o papel da ciência e da tecnologia contra aqueles que defendem o negacionismo e o terraplanismo", disse o secretário André Longo, em discurso antes do início da imunização. 

O governador Paulo Câmara chamou atenção para que os cuidados de segurança sanitária por parte da população devam permanecer mesmo após o início da vacinação. "O momento ainda vai precisar de muitos cuidados e etapas e muito ainda há que se fazer".

Câmara também lembrou que ainda faltam definições para o Plano Nacional de Imunização. "Precisamos ainda de definições dos próximos lotes de vacinas a serem enviados ao Estado. Temos inicio com essas 270 mil doses, a gente precisa da definição das próximas datas para se programar melhor", cobrou o governador.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias