GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

22/03/2020 às 11h49m - Atualizado em 22/03/2020 às 13h05m

Timbaúba tem noite de sábado diferente com bares, restaurantes e lanchonetes de portas fechadas e ruas vazias; Confira vídeo e fotos

A medida foi devido ao Decreto do Governo de Pernambuco que visa tentar conter a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

ruas_desertas_2

A cidade de Timbaúba teve um sábado à noite bem diferente. Os donos de bares, restaurantes e lanchonetes, além dos moradores, atenderam a determinação do Governo de Pernambuco e os estabelecimentos comerciais ficaram fechados para atendimentos presenciais e as ruas vazias.

O Centro da cidade ficou silencioso. Pontos tradicionais que contam com grande quantidade de pessoas ficaram irreconhecíveis.

A equipe do Agora Nordeste foi até as principais ruas e avenidas da cidade e registrou este momento. Nas imagens, você pode ver Ruas como Dr. Alcebíades e Maciel Pinheiro completamente vazias em pleno sábado à noite.

ruas_desertas_1

ruas_desertas_3

ruas_desertas_4

 

Confira vídeo

Decreto do Governo de Pernambuco

O Governo de Pernambuco determinou o fechamento de bares, restaurantes, lanchonetes, clubes sociais e salões de beleza em todo estado a partir deste sábado (21). Com isso, bares, lanchonetes e restaurantes podem continuar funcionando apenas com serviços de entrega.

E a partir de hoje (22), os estabelecimentos comerciais, serviços e obras de construção civil em todo o Estado serão fechados. A determinação não abrange serviços essenciais como supermercados, padarias, mercadinhos, farmácias, postos de gasolina, casas de ração animal, depósitos de água mineral e gás, além de obras essenciais, hospitais, abastecimento de água, gás, energia e internet. Obras contratadas pelo serviço público de todos os entes federativos e consideradas essenciais também não deverão ser suspensas.

O decreto faz parte da série de medidas para evitar a propagação da Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus. O governador Paulo Câmara também pediu que o maior número possível de pessoas fique em casa e limite suas saídas para comprar itens de primeira necessidade.

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias