GB Bateiras Auto Elétrica e Mecânica. Em Timbaúba (81)3631-0979 e Carpina (81)3621-3762
Vem para ubafibra | Ubannet (81) 3631-5600

28/10/2019 às 10h10m - Atualizado em 28/10/2019 às 11h25m

Pernambuco foi o segundo estado que mais gerou emprego no Brasil em setembro

De acordo com a Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, mais de 17 mil vagas foram criadas no último mês em Pernambuco.

carteira_de_trabalho

Quase 18 mil vagas de emprego foram criadas no último mês em Pernambuco. O levantamento é da Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia e foram divulgados na quinta-feira (17). Com este índice, Pernambuco registra o segundo melhor desempenho do país na geração de empregos com carteira assinada. Os dados estão no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Contudo, Pernambuco ainda acumula números negativos. Um saldo de quase cinco mil pessoas que estão trabalhando sem carteira assinada. No dia a dia não é difícil encontrar pessoas vendendo produtos ou procurando emprego nos sinais de trânsito. Hailton dos Santos , vendedor de água nos sinais do Recife, desfila em meio aos carros e disputa um espaço junto com outros vendedores na tentativa de vender os produtos e levar algum dinheiro para casa. ” trabalho sábado, domingo, feriado, se não não levo comida para dentro de casa”, afirma.

Desempenho Nacional 

O Brasil gerou 157.213 vagas de empregos formais em setembro. É o melhor setembro desde 2013, quando foi registrado resultado positivo de 211.068 vagas. No acumulado dos nove primeiros meses de 2019, o país tem a geração de 761.776 empregos.Nos nove primeiros meses do ano passado, o Brasil tinha gerado 719.089 novos empregos. O resultado acumulado entre janeiro e setembro deste ano, portanto, é 6% melhor que o de igual período do ano passado.

O emprego formal teve resultados positivos em sete setores econômicos em setembro e saldo negativo em apenas um setor. Os setores com números positivos foram:

Serviços (+64.533 vagas);

Indústria da Transformação (+42.179);

Comércio (+26.918);

Construção Civil (+18.331);

Agropecuária (+4.463);

Extrativa Mineral (+745)

Administração Pública (+492).

O único setor com resultado negativo foi o de:

Serviços Industriais de Utilidade Pública (-448 vagas).

Comentários

Comentário pelo Facebok
Outros comentário

Outras notícias